Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Carta de um bebé que não dorme para a sua mãe…

By

Hoje, pelos “olhos” do Dinis, trago-vos algo que aprendi quando estudava sistémica familiar, e este assunto foi abordado de forma importante num dos cursos que fiz sobre esta temática…

Como é algo que me faz muito sentido, porque sei que as crianças em geral e os bebé em particular são autênticas esponjas emocionais, aqui fica a teoria que foi abordada nessa formação…

“Mãe, as noites estão difíceis, e ambos já percemos que as coisas não podem continuar como estão.

Na realidade, eu gostava de poder dormir a noite toda, mas tu não me deixas.

Eu percebo que andas stressada, nervosa e cansada. Percebo a tua frustração quando sentes que não consegues dar vazão a tudo o que tens para gerir, e sinto a tua desilusão quando achas que não foste suficiente para nós, mesmo sabendo que o és sempre!

Sabes mãe, eu preocupo-me contigo. E eu gostava de poder livrar-te dessas preocupações e stress e angústias, então arranjei uma estratégia: se eu te solicitar muito, tu não vais ter espaço para pensar nessas coisas todas que tens de fazer, que te preocupam ou que te deixam triste.

Eu posso desviar a tua atenção, tal como tu as vezes fazes com os manos quando eles fazem uma “birra”. Nessa altura tu desvias-lhes a atenção para algo que lhes interessa para tentares acabar com aquela “crise de afirmação de identidade” como tu dizes. E sim, eu já percebi a estratégia e acho-a fantástica! Tão fantástica que se resulta com os manos também deve resultar contigo!

Mas agora a sério mãe, eu preciso de dormir e tu também. Podes por favor tentar relaxar e andar mais calma, correr menos e exigir menos de ti? É que isto de me obrigares a passar noites em branco para me certificar que desvio a tua atenção dessas “birras” começa a ser difícil. Duas ou três noites ainda vá, mas desta vez já não dormimos há muitos dias, e eu preciso mesmo de dormir. Sabes que é a dormir que as aprendizagens se consolidam não sabes? Por favor, faz um esforço.

Assinado: o teu filho que te ama, mas quer e precisa dormir!”

 

Assim vai a vida… aos olhos de um bebé 😉

You may also like

Leave a Comment

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services
error: Content is protected !!
Don`t copy text!