Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Parei para olhar para ela, e ela fez-me pensar em mim…

By

Há uns dias fui à cidade, e no meio dos meus afazeres passa por mim uma outra mulher. Dou por mim a parar a minha vida durante 30 segundos e a olhar para ela com olhos de ver.

Não era um mulherão, não era uma daquelas mulheres lindíssimas, altas e esbeltas que faz tudo parar à sua passagem.

Era uma mulher normal e bonita, mas mais que isso, era uma mulher cuidada. Do alto dos seus, talvez, 160cm, um outfit lindo a fazer sobressair as suas curvas, saltos altos a dar glamour à sua silhueta e um cabelo comprido impecavelmente penteado num apanhado cheio de estilo, rematado por uma maquilhagem simples mas bonita. Uma mulher cuidada.

Naquela fracção de segundo senti-me uma lástima. Eu, que saí de casa de calças de ganga e com a primeira t-shirt que apanhei, sabrinas, o cabelo arrajado à pressa e sem uma sombra de maquilhagem, parecia saída da uma qualquer nova saga de Resident Evil!

Deus, para onde foi a minha feminilidade? Por onde andam a minha vaidade e a minha auto-estima? Para onde passou o meu lado de MULHER?

Acho que ando demasiado cansada para pensar em mim. Talvez ande até um bocadinho amuada comigo mesma e isso se reflita na minha imagem. Ultimamente tenho andado numa montanha russa de emoções dividida entre fases de cansaço extremo e fases de alguma energia.

Sei que esta fase vai passar, sei porque tudo passa. Mas enquanto passa e não passa ando aqui assim sem saber muito bem como lidar comigo mesma…

Vejo tantas fotos de mães giras e cheias de estilo, e confesso que neste momento sinto uma pontinha de inveja. Não é propriamente inveja dessas mães, mas sim da forma como se cuidam.

Sei que encontrar este equilíbrio não é fácil, mas não é impossível. Sei porque já lá estive. E quero muito voltar. Talvez o regresso às aulas ajude, por trazer de volta a rotina e talvez nessa rotina volte a encontrar espaço para mim…

Porque ser mãe é o que dá sentido à minha vida, mas ser mulher é a minha essência.

You may also like

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services
error: Content is protected !!
Don`t copy text!