Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Parabéns, são gémeos!!

By

Não foi exactamente uma gravidez planeada, tal como a nossa primeira gravidez (sim, eu considero que a gravidez é do casal 😁) . Em ambos os casos tinhamos tomado precauções e achávamos que a situação estava segura e controlada. No entanto, mais uma vez a vida mostrou-nos que nem sempre concorda com aquilo que temos planeado…

Gravidezes não planeadas, mas bebés muito amados e desejados… Depois de recuperados do choque inicial, claro! 😅

Descobri esta gravidez na escapadinha romântica que fiz com o marido.

A minha primeira reacção foi o choque. Bolas! Não pode ser! Não pode ser! Mas é mesmo!! Os dois tracinhos apareceram em poucos segundos. Não restam dúvidas. Estou mesmo grávida.

Durante algumas horas tentei digerir o choque inicial, e todas as questões que me assaltavam: como vou contar ao pai? Como vai ser com o meu trabalho? Mais um bebé, será que vou dar conta do recado?

Nessa noite fomos jantar fora. Hesitei contar antes do jantar e cortar o apetite ao homem, ou contar depois e provocar-lhe uma indigestão?

Optei por contar antes da sobremesa. Ficou tal como eu, em choque. O Dinis ainda nem dorme bem de noite, e vamos ter outro bebé?! Como vamos sobreviver??

Passámos os dias seguintes sem falar muito no assunto, a digerir a notícia… Meu Deus! Mais um bebé! 5 filhos!!!

Os medos eram imensos, acabei de assinar contrato fixo no hospital, vamos ter de reorganizar tudo, o sistema de guarda dos miúdos, terei de diminuir o tempo de trabalho… Um grande abanão, numa altura que as coisas ainda agora começaram a entrar em velocidade de cruzeiro!

Depois, bom, mais um. Temos estrutura para isso, casa grande e espaçosa, carro de 7 lugares, e muito amor para dar!

Afinal, mais um não é um bicho de 7 cabeças! E assim, aos poucos, fomos começando a integrar aquele bebé em todos os nossos planos futuros a curto, médio e longo prazo.

Com pouco mais de 8 semanas de gestação tinha chegado o grande dia: vamos finalmente ver pela primeira vez o nosso bebé! Fui sozinha, o marido trabalhava nesse dia e não tinha horário para me acompanhar.

A conversa do costume com o ginecologista, fazer o balanço de quantas gravidezes, quantos bebés. 4 bebés e 2 perdas, esta é a sétima gravidez portanto. Não foi planeada, mas este bebé já é muito amado.

Chega o momento de fazer a ecografia. Deito-me na marquesa, o ginecologista coloca a sonda na minha barriga e de imediato vejo o meu bebé. Uau! Por mais filhos que tenha, fico sempre sem palavras perante o milagre da vida. Mas… O que é aquilo ali por cima dele? Bom, deve ser o cordão ou assim, não deve ser nada de mais. Volto a concentrar-me no meu bebé.

“Veja como está a crescer bem! Vamos ouvir o coração!”

Depois de ouvirmos o coração, silêncio. Vejo-o hesitar. Oh não, esta cara não me agrada, alguma coisa não está bem! Sinto-o reposicionar a sonda. De repente um grande sorriso ao mesmo tempo que diz “ah, são dois !!”

Desculpe?! Não pode ser! E num nano segundo certifico-me de que não tenho história de gémeos na família.

Novamente um enorme sorriso “Sim, são mesmo dois, veja!”

Oh. Meu. Deus. Ele está mesmo a falar a sério! Naquele momento tive um ataque de riso tal era o nervosismo impossível de controlar. A única coisa que fui capaz de dizer foi algo como “oh meu Deus, eu sempre disse que o meu sonho era ter seis filhos !

“Bom, parece que a vida lhe fez a vontade! Olhe, são gémeos verdadeiros : uma placenta, duas bolsas!”

Naquele momento o meu cérebro parou, enquanto observavamos o bebé 2. E eu com um sorriso parvo e um riso nervoso.

Oh. Meu. Deus. São mesmo dois.

Acabou a consulta, depois de ele me explicar duas ou três coisas relacionadas com a gravidez gemelar, que eu nem tenho bem a certeza de ter integrado como deve ser, despeço-me e saio do consultório.

Ligo a uma amiga, a sentir-me completamente descompensada.

“Hey está tudo bem?! Passa-se alguma coisa com o bebé??”

Passa! São DOIS!!

“Aaaaahhhh. Ufa, que susto, pensei que tinha acontecido alguma coisa!”

E aconteceu!! São dois!! E agora?!

“E agora, calma. Vai ser maravilhoso. São dois bebés! Não será fácil, mas vai correr tudo bem.”

Depois de falar com ela fui para o carro e chorei. Yep. Chorei mesmo. Completamente assolada pelo medo. Dois?! Dois recém-nascidos ! Como vou fazer?? O Dinis ainda é tão pequenino!! O Francisco precisa tanto de mim!! E a Eva!! A Eva também!! E o Duarte?! Na pré-adolescencia??? Cum raio. Como é que vou fazer isto??

Entretanto fui às compras, meio em piloto automático, encontrei-me com uma amiga. Contei-lhe, rimos muito, chorei mais um bocadinho. Depois fui para casa.

Cheguei a casa branca como a minha farda do hospital. O meu marido que já estava à minha espera pergunta se esta tudo bem. Sim, sim, digo sem ser muito convincente. Passado um bocado ganho coragem para lhe mostrar a ecografia.

Uau, já tão grande! Mas… Espera lá… São DOIS???

Yep… São mesmo dois.

Naquele momento achei que homem ia ter uma paragem cardíaca. Quando ele me diz “Oh. Meu. Deus. Não sei se ria ou se chore.”

Estávamos em sintonia. Eu também não sabia. Naquele momento o medo era sem dúvida o sentimento que predominava.

Demoramos alguns dias a digerir a notícia. Por um lado felizes, afinal são 2 bebés! Por outro lado apreensivos, afinal… são 2 bebés!!!

Voltámos a falar da estratégia, da estrutura. O meu regresso ao trabalho é uma carta fora do baralho. A casa dá perfeitamente, embora no futuro umas obras sejam essenciais. Mas… O CARRO! 7 Lugares já não vai chegar!!

Oh. Meu. Deus.

Isto foi mais que um abanão. Isto um sismo de magnitude máxima na escala de Richter! Um Tsunami que se abateu de repente sobre o nosso navio que tentava entrar em velocidade de cruzeiro!

Nos dias seguintes conversámos muito. Precisávamos integrar aquela informação em conjunto. Saber que estamos juntos, mesmo juntos, foi fundamental.

“Nem acredito que vamos ser pais de gémeos !” dizia ele. Pois… Nem eu…

Passado o choque inicial, embora os medos permaneçam, já pudemos permitir-nos admitir a felicidade que é saber que estamos grávidos de gémeos. Se o milagre de gerar uma vida é maravilhoso, gerar duas é algo impossível de explicar!

Hoje, estamos mesmo muito felizes. Assustados com este novo mundo do qual pouco conhecemos, mas muito, muito felizes!

Agora, uma prioridade de cada vez, e neste momento a prioridade é saber que ambos estejam a crescer bem e saudáveis ❤️

You may also like

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services
error: Content is protected !!
Don`t copy text!