Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

O meu bebé tem o rabinho “assado” e não melhora!

By

Muitas vezes as mães deparam-se com eritemas da fralda (conhecidos como assaduras) difíceis de resolver.

Pedem ajuda nos grupos de mães, referem que já usaram vários tipos de creme de várias marcas e não conseguem resultados: o rabinho do bebé vai de mal a pior.

Nestas situações só há uma sugestão verdadeiramente útil: o bebé deve ser visto para descartar uma possível candidíase.

O que é uma candidíase?

É uma infecção provocada por um fungo. Este fungo vive no sistema digestivo da maioria das pessoas. Em condições normais este fungo vive no nosso organismo sem se manifestar.

No entanto, em determinadas situações que podem deixar o nosso sistema imunitário fragilizado (como a toma de antibiótico por exemplo) este fungo aproveita a oportunidade para se multiplicar e manifesta-se através de infecções como por exemplo a candidíase vaginal que a maioria das mulheres acaba por conhecer ao longo da sua vida, ou no caso dos bebés a candidíase da fralda e a candidíase oral (os chamados “sapinhos”).

O bebé pode ter candidíase oral (sapinhos) sem ter candidíase da fralda e vice-versa. No entanto, como é um fungo que atravessa todo o sistema digestivo, não são raras as ocasiões em que o bebé acaba por ter os dois tipos de infecção.

Que aspecto tem a candidíase oral e a candidíase da fralda?

A candidíase oral tem o aspecto de placas brancas que se podem espalhar pela boca do bebé: língua, palato, lábios, gengivas, bochechas.

Diferente das placas de leite, que saem facilmente com uma compressa molhada, as placas de candidíase não desaparecem sem tratamento.

Já a candidíase da fralda tem um aspecto semelhante a um eritema da fralda comum (assadura) mas com umas borbulhas típicas deste fungo.

Como se faz o diagnóstico?

Em caso de suspeita é importante que a criança seja vista pelo seu médico, só ele poderá estabelecer o diagnóstico e prescrever o tratamento adequado.

Como se trata?

Através da aplicação de anti-fungicos, em gotas ou gel no caso da candidíase oral, e em creme ou pomada no caso da candidíase da fralda.

Quando há uma candidíase é importante falar com o pediatra sobre a pertinência de dar um probiotico à criança para ajudar a restabelecer o equilíbrio da flora intestinal.

Por isso já sabes, se estiveres perante um rabinho assado que não melhora, o ideal é pedir a opinião do médico para descartar a hipótese de ser uma candidíase!

You may also like

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services
error: Content is protected !!
Don`t copy text!