De que precisa uma mãe exausta ?

De que precisa uma mãe exausta ?

De empatia e compreensão. 

De apoio efectivo. 

De partilha nas tarefas que a fazem sentir sobrecarregada. 

De algum tempo para si.

De saber que não está só. 

Que respeitem as suas escolhas, pois ter de justificar sempre tudo também cansa. 

De saber que aquilo que sente é comum a muitas outras mulheres. 

De espaço para ser pessoa em todas as suas vertentes. 

Que se abstenham de comentários como: «a culpa é tua », « já sabias ao que ias quando decidiste ser mãe » e outros que tais. 

Uma mãe exausta não está arrependida de ser mãe (também pode estar, mas isso é tema para outro post). 

Uma mãe exausta precisa essencialmente que quem está à sua volta se lembre que ela já era uma pessoa antes de ser mãe ! 

Uma mãe exausta precisa tomar consciência que a carga mental TEM de ser partilhada. Que o seu/sua companheiro/a tem exactamente as mesmas responsabilidades e PRECISA de as assumir. 

E se for uma família monoparental, então aquela mãe precisa ainda mais da sua rede de apoio. Mais uma vez e ainda mais importante: não é por ser mãe sozinha – por opção ou não – que a sua rede de apoio tem de a « castigar » ou julgar dizendo que já sabia que não ia ser fácil e agora tem de assumir. 

Somos uma espécie social, somos feitos para viver em sociedade, e as redes de apoio têm um papel importantíssimo: apoiar os membros do grupo que precisam desse apoio num período específico. 

Isso não deveria ser visto como um favor ou um fardo, mas como algo simplesmente natural… tão natural como respirar!