Quando a mãe ou o pai se sentem no limite, é importante valorizar!

Quando a mãe ou o pai se sentem no limite, é importante valorizar!

Em conversa com a Patrícia Alegre (@patriciaalegre1), falando sobre o lado mais negro do burnout parental disse-lhe esta frase:

“Muitas vezes quando estás em burnout parental só desejas não acordar no dia seguinte.”

Disse-lhe porque já o senti numa altura da minha vida. 

Isto pode parecer fatalista, mas na verdade, quando se está no fundo do poço e sem um vislumbre de luz, morrer pode efectivamente parecer a única saída. A única forma de se poder descansar. A única forma de se acabar com aquele sofrimento que corrói: saber que não se é a mãe/pai que gostaria de ser, que poderia ser, que já foi em tempos. Saber que os nossos filhos merecem melhor, precisam de melhor e não se sentir capaz de ser essa pessoa, essa mãe/pai que eles têm o direito de ter. Sentir-se nada mais que uma sombra de si mesmo.

Por mais voltas que se dê, não se conseguem encontrar soluções, não há uma porta, uma saída de emergência. Então, nessa altura sim, muitas vezes só se deseja não acordar no dia seguinte. Não porque não se ama os filhos, pelo contrário. Porque essa parece efectivamente a única saída para o bem de todos. 

O burnout parental num estado avançado pode levar a ideias suicidas. É importante não desvalorizar quando uma mãe ou um pai verbaliza sentir-se no seu limite.

Cabe-nos a nós, profissionais, acolher aquele sofrimento, dar-lhe legitimidade e encaminhar da melhor forma. 

Cabe-nos a nós, sociedade, parar de exigir mães e pais perfeitos que consigam sempre dar conta tudo. Ninguém consegue dar sempre conta de tudo. 

Cabe-nos a nós, familiares e amigos, parar de fazer comparações e julgamentos: o que é o melhor para mim não é necessariamente o melhor para o outro e isso não significa que algum de nós esteja errado. 

Cabe-te a ti, mãe/pai em sofrimento, dar o primeiro passo para encontrar uma saída: ela existe mesmo que neste momento não a vejas! Pede ajuda! 

Acredita em mim, eu já estive nesse sítio sombrio. Hoje, estou deste lado a ajudar-te a iniciar a tua própria caminhada do sítio onde estás para o sítio onde queres ir!